Pedido indeferido

A Juíza Substituta Cristiane Santos Leite indeferiu o pedido pleiteado por Ricardo Arruda Nunes, Deputado Estadual, contra decisão proferida nos autos de Ação Civil Pública proposta pelo Vigilantes da Gestão Pública, na qual a MMª Juíza de Direito Patrícia de Almeida Gomes Bergonse deferiu o pedido liminar (maio/2019), para o fim de determinar a indisponibilidade dos bens do requerido, bem como que ele se abstenha de requerer o reembolso de despesas de alimentação ao Município de Curitiba, referente ao ressarcimento irregular de despesas alimentares quando investido da função de Deputado Estadual.

O Referido Deputado argumentou o que foi prontamente negado: (a) nulidade ante a ilegitimidade passiva do agravante; (b) sobrestamento do feito em virtude de reconhecimento de repercussão geral da matéria em discussão; (c) ato da assembléia autoriza o ressarcimento da despesa com alimentação; e (d) nulidade da determinação de que o agravante se abstenha de requerer o reembolso das despesas com alimentação.

……………………………….

Relembre o caso: RICARDO ARRUDA (PSL) – BLOQUEIO no valor de R$40.303,98 
“DEFIRO o pedido de urgência formulado para: 1) decretar a indisponibilidade de bens do requerido Ricardo Arruda Nunes até o valor de R$40.303,98 (quarenta mil, trezentos e três reais e noventa e oito centavos), determinando a Secretaria deste Juízo que inclua ordens de bloqueio junto aos sistemas BACENJUD, RENAJUD e Cadastro Nacional de Indisponibilidade de Bens; 2) determinar que o requerido Ricardo Arruda Nunes se abstenha de requerer o reembolso de despesas de alimentação realizadas no Município de Curitiba, sob pena de multa no valor de R$300,00 (trezentos reais) por cada pedido realizado em desconformidade com a presente decisão.”
PATRICIA DE ALMEIDA GOMES BERGONSE – Juíza de Direito
COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA – FORO CENTRAL DE CURITIBA
5a VARA DA FAZENDA PÚBLICA DE CURITIBA

 

 

 

Pin It on Pinterest